Um dos métodos de trabalho mais comuns no ramo da indústria e distribuição é a comercialização de produtos no regime de pré-vendas. O fluxo operacional da pré-venda consiste basicamente na ida de um vendedor/representante até o cliente, onde é coletado o pedido, enviado a empresa para faturamento e cobrança, separação da mercadoria e por fim, enviado para entrega ao cliente.
 
Neste momento é que surge um dos maiores problemas deste modelo, que é levar o pedido já faturado e com boleto impresso ao cliente, pois sua empresa já deve ter se deparado com esse tipo de situação:

“Meu pedido era para 48 e não 60 unidades deste produto”

“Solicitei sabor laranja e está sendo entregue sabor uva”

Entre outros questionamentos que podem surgir.

Em sua operação atual, o que ocorre neste momento? Normalmente todo o pedido é devolvido a indústria ou a distribuidora, que deverá:
  1. Cancelar a nota fiscal eletrônica, respeitando o prazo estipulado pela Sefaz e que normalmente é de 24 horas após a sua emissão;
  2. Cancelar o boleto bancário gerado antecipadamente;
  3. Formular novo pedido de venda para o cliente com aquelas alterações solicitadas;
  4. Gerar nova fatura e boleto correspondente a venda;
  5. Encaminhar o pedido para uma nova entrega ao cliente.
Pelos processos apresentados acima, é possível calcular o elevado custo operacional causado pelo simples fato do cliente não ter recebido o pedido em conformidade com aquilo que ele buscava. Alia-se isso, as despesas com notas fiscais que não podem ser canceladas e os altos custos com a administração dos boletos bancários.
 
SOLUÇÃO
 
Agora imagine que sua operação de pré-venda continue a mesma, com a diferença de que a nota fiscal eletrônica e o boleto bancário são gerados na presença do cliente, através de um tablet ou smartphone (inclusive offline) e após o entregador/vendedor ter a confirmação dos itens a ser entregues por parte do cliente.
 
Além disso, seu operador tem a possibilidade de editar o pedido do cliente e/ou realizar a venda de itens remanescentes no veículo de outros pedidos, aumentando assim o ticket daquele cliente.
 
Essa simples mudança no modelo de pré-vendas atual gera uma economia fiscal enorme, otimiza suas entregas e ainda auxilia sua empresa no aumento de ticket dos clientes.
 
Esse modelo parece interessante para sua empresa? Agende uma conversa com um de nossos consultores agora.