fbpx

Até pouco tempo, praticamente todas as compras entre empresas era realizada no método tradicional, que consiste na ida do vendedor até o cliente. Com os avanços tecnológicos, indústria, distribuidoras e atacadistas passaram a contar com uma importante ferramenta de apoio a venda, o e-Commerce B2B.

O fato da comercialização online via atacado ser uma atividade relativamente nova, normalmente as soluções existentes acabam por “copiar” os processos e a funcionalidade de seus vizinhos próximos e bem estabelecidos, as lojas virtuais para varejo. Apesar da diferença ser sutil, ela é crítica, pois o comércio eletrônico B2B é direcionado a um comprador intermediário que vende o produto ao consumidor. Isso torna a funcionalidade e os processos do B2C muito diferentes para o comércio eletrônico B2B.

Existem 3 principais pontos que devem ser observados pela indústria, distribuidora e atacadista para que se tenha sucesso no ecommerce B2B:

1. Facilidade de uso
Os seus clientes B2B devem interagir facilmente com o seu site e solicitar os produtos rapidamente. Seu catálogo de produtos deve estar bem apresentado e com imagens em alta resolução. Recomendamos ainda uma flexibilidade para apresentar diferentes catálogos a diferentes clientes, apresentar apenas os produtos que possui em estoque e promover seus itens mais lucrativos com maior visibilidade.

2. Flexibilidade no preço
Nas vendas realizadas no varejo, normalmente os preços dos produtos são fixos. No comércio eletrônico B2B, no entanto, as transações entre empresas geralmente variam de acordo com o volume, datas de entrega, inventário em estoque, período do ano, perfil de negócios do cliente e muito mais. Seu site para comércio eletrônico B2B deve ser flexível o suficiente para permitir preços diferentes com base nesses e outros critérios.

Com preços dinâmicos, o B2B altera automaticamente o preço do produto com base em qualquer regra de negócio previamente configurada. Por exemplo, uma distribuidora de alimentos pode criar regras de preço que se alteram automaticamente quando o cliente compra 50, 100 ou 150 unidades de um determinado produto.

3. Integração com os demais canais de vendas
Para alcançar o máximo de eficiência e produtividade, a integração aos demais canais de vendas como o seu sistema de força de vendas ou ainda ao seu sistema de gestão interno (ERP) é fundamental. Isso garante que os dados de produtos, clientes, pedidos de vendas, notas fiscais, preços, etc., sejam sincronizados em todos os seus sistemas e em tempo real.

Conheça nossas soluções para comércio eletrônico B2B

Se você é um fabricante, distribuidor ou atacadista que vende produtos através da força de vendas em campo, saiba que oferecer mais um canal de vendas irá melhorar sua presença no mercado, auxiliar no aumento de suas vendas e ainda fidelizar seus clientes.

Agende uma demonstração online com um de nossos consultores e permita que nós lhe apresentemos nossas soluções. Para tal acesse www.vendasexternas.com.br/cadastro/

Equipe VendasExternas
Oferecemos soluções para gestão de pré-vendas e pronta entrega, Trade Marketing, Comércio Eletrônico Atacado e Varejo, Gestão de Entregas e Televendas. Baixe gratuitamente nosso aplicativo clicando aqui.