Boletos bancários com ou sem registro ainda deixam diversas dúvidas, principalmente após a notícia de que a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) realizará uma mudança nessas carteiras a partir do final do ano.

Mas você sabe quais são as diferenças entre eles? Se não, sem problemas, nós vamos explicar agora:

Boletos bancários SEM registro:

  • O banco só é informado sobre a geração do boleto, no ato do pagamento;
  • A responsabilidade sobre preencher, emitir, enviar e cobrar é totalmente da empresa;
  • Não existe taxa de emissão, somente uma taxa de liquidação;
  • Por esse motivo, emitir boletos sem registro é mais em conta comparado aos registrados;
  • Em caso de não pagamento, o boleto não é enviado para protesto automaticamente.

Boletos bancários com registro:

  • São registrados no banco todos os dados sobre o boleto, como os dados dos clientes, parcelas e datas de vencimento;
  • Em caso de inadimplência, o banco pode cobrar e protestar o cliente automaticamente;
  • Após emitido o boleto, o empresário é obrigado a enviar ao banco o arquivo de remessa para registrar o boleto gerado. Depois que efetuado o pagamento, o banco envia ao empresário um arquivo de retorno com a informação dos boletos quitados e/ou em aberto;
  • Mesmo que o cliente não efetue o pagamento, taxas sobre a emissão, reemissão e cancelamento serão cobradas.


Talvez você se pergunte quais são os benefícios de adotar uma carteira registrada, se no caso de boletos sem registro há ausência de taxas e mais praticidade?

A Febraban listou em uma publicação, as principais vantagens do boleto com registro. Confira:

  • Gestão da carteira (sabe quem pagou, o que pagou e quando pagou);
  • Conciliação e relatórios de gestão;
  • Maior segurança e entrega eletrônica por meio do DDA – Débito Direto Autorizado;
  • Uso dos boletos como lastro em operações de crédito;
  • Maior comodidade, pois permite o pagamento vencido em qualquer banco pelo DDA ou através de atualização do boleto no site do banco emissor.

Além disso, a entidade anunciou no ano passado que a partir de dezembro de 2016 não serão mais emitidos boletos sem registro. O objetivo dessa ação é aumentar a segurança nesses processos e reduzir os prejuízos gerados pelas fraudes de boletos.

Por este motivo, é importante se adequar o quanto antes a essas normas. Para isso, existem diversos softwares de gestão de vendas que emitem boletos com registro, cabendo à você escolher um que se adeque ao tamanho de sua empresa e que saiba como cuidar disso de acordo com seu negócio.

Equipe VendasExternas
Oferecemos soluções para gestão das vendas, destinadas a empresas que atuam em canais como força de vendas, lojas virtuais e televendas. Baixe gratuitamente nosso aplicativo de pedidos clicando aqui.