O termo SEO significa Search Engine Optimization, na tradução literal Otimização para mecanismos de busca. Trata-se na verdade de um conjunto de técnicas de otimização para sites, blogs e páginas na web. O objetivo dessas otimizações visam alcançar bons rankings orgânicos para geração de tráfego e autoridade para um site ou blog.

Devido ao alto nível de concorrência no comércio eletrônico, essas estratégias também são necessárias para trazer mais visitantes e assim realizar mais vendas.

Como já dito na introdução do texto, o investimento em SEO ajuda a melhorar o posicionamento orgânico de sua loja nos mecanismos de busca, faz com que ela seja mais facilmente encontrada e com isso, mais potenciais clientes tenham contato com o seu produto.

No artigo de hoje vamos falar sobre algumas técnicas e configurações mínimas que sua loja deve lhe oferecer para que seu e-commerce b2b e b2c tenha sucesso. Vamos lá?

Conteúdo relevante

O posicionamento de seu site nos mecanismos de busca como o Google é definido basicamente pela qualidade como sua marca se apresenta e pelo maior número de informações que esta oferece ao buscador. O objetivo do conteúdo para o e-commerce é torná-lo amigável aos olhos dos buscadores, fazendo com que através desse conteúdo os clientes cheguem até sua loja virtual.

É fundamental produzir um conteúdo relevante e de qualidade, utilize um blog integrado, redes sociais e até mesmo a descrição do produto para melhorar a informação sobre marca e produto.

Seja recomendado na internet

Aqui o objetivo é simples, os backlinks são referências ao seu site que vem de outras páginas da internet. Quanto mais relevantes forem os links direcionados para o seu e-commerce, maiores as chances do seu posicionamento nos resultados de busca, melhorar. Com essa ação, o Google também entende que você é considerado uma referência em um determinado segmento de mercado, pelo fato de você ser citado em diferentes locais.

Funciona em tablet e smartphone?

Em 2017 aproximadamente 27% de todas as compras realizadas pelo e-commerce foram realizadas através de celulares. O que isso significa? Que sua loja virtual deve funcionar bem também em dispositivos móveis, se não quiser perder 1/4 das vendas.

O próprio Google já afirmou que passaria a levar em consideração, sites que se adaptam a dispositivos móveis; ele entende a importância de uma experiência mais satisfatória para o usuário.

Fuja do Black Hat

A preocupação com o que fazer, acaba tirando o foco de um ponto bem importante: o que não fazer. O Black Hat é uma das técnicas de SEO que você deve passar longe, se o intuito é melhorar as vendas do seu e-commerce.

Ele consiste num conjunto de ações consideradas ilícitas, não recomendadas para a otimização de sites. É importante lembrar que os mecanismos de busca são capazes de detectar até os detalhes mais imperceptíveis, e a penalização para seu e-commerce é grande.

Maior número de acessos, mais vendas

Esse conjunto de estratégias têm o objetivo de trazer maior visibilidade e relevância para o seu site, de modo que isso aumente as vendas do seu e-commerce. Quanto mais fácil e mais rápido, os clientes encontrarem seu e-commerce, maiores são as chances de conversão.

Uma boa solução para quem deseja apostar nas estratégias certas e evitar erros, na hora de colocar o plano de SEO em prática, é contar com a análise, acompanhamento e execução de uma agência de marketing digital que seja especializada no assunto. Isso minimiza a quantidade de erros e tempo gasto, otimizando seu projeto e consequentemente gerando bons resultados.

Essas dicas já são utilizadas em sua empresa? Trazem bons resultados?